FHC nega ter articulado chapa Serra-Aécio para 2010

BELO HORIZONTE (Reuters) - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso negou na segunda-feira ter articulado um acordo para a formação de uma chapa puro-sangue do PSDB para as eleições presidenciais de 2010 e afirmou que não sabe sé é conveniente para o partido esse tipo de projeto. Após palestra para universitários na capital mineira na noite desta segunda-feira, FHC negou que haja acordo na legenda para que o governador de Minas Gerais, o tucano Aécio Neves, abra mão de sua pré-candidatura pelo partido em favor do governador paulista José Serra.

Reuters |

Aécio disputa com o governador de São Paulo a indicação do PSDB para concorrer à Presidência em 2010. E, segundo informações divulgadas no domingo, teria aceitado acordo mediado por FHC ficar com a vaga de vice em uma chapa puro-sangue encabeçada por Serra.

Mais cedo na segunda-feira, Aécio classificou essa hipótese como "invencionice".

"Eu não conversei com ninguém. Não existe isso. É uma precipitação", afirmou o ex-presidente FHC, que disse não haver definição na legenda sobre a candidatura.

"Eu não sei quem é o candidato. Eu lamento que o governo Lula tenha jogado a campanha já. Porque eles (Serra e Aécio) estão governando os Estados. É cedo para isso", disparou.

Apesar de não declarar apoio explícito à proposta de realização de prévias para escolha do candidato tucano -- defendida pelo governador mineiro --, FHC salientou que "não vai ser uma cúpula que vai decidir" o nome que disputará a Presidência pela legenda.

Mas ressaltou que, quando ocorrer a escolha, não poderá haver animosidade por parte do governador que for preterido. "Um vai ter que apoiar o outro, porque estão no mesmo partido. É bom que apoie com entusiasmo", disse, depois de elogiar Aécio por ser "calmíssimo".

Após a palestra, o ex-presidente reuniu-se com o Aécio para um jantar e passou a noite no Palácio das Mangabeiras, residência oficial do governador de Minas Gerais.

"Nós somos muito amigos", concluiu.

(Por Marcelo Portela)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG