FHC nega intenção do PSDB em privatizar Petrobras

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso contestou hoje, em nota distribuída pelo PSDB, as acusações de que o partido tem a intenção de privatizar a Petrobras. No comunicado, Fernando Henrique lembra que durante o debate sobre a quebra do monopólio do petróleo ele enviou carta ao Senado explicitando seu ponto de vista contrário à privatização da estatal.

Agência Estado |

"Por isso mesmo, repugna-me ver a utilização de argumentos de má fé, atribuindo ao PSDB a intenção de privatizar a Petrobras, quando o partido, como qualquer brasileiro decente, deseja apenas saber se há ou não deslizes graves na administração da companhia", afirmou.

Ontem, o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, disse que a oposição, com a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar possíveis irregularidades na administração contábil da Petrobras, pretende "desmoralizar" a empresa com o intuito de privatizá-la. "O que o PSDB gostaria mesmo é de privatizar a Petrobras e eles não conseguiram fazer isso no governo Fernando Henrique (1995-2003)", afirmou ele, ontem. "Provavelmente vão querer desmoralizar a Petrobras para fazer isso no futuro, mas tenho certeza de que não vão conseguir."

Na nota, o ex-presidente defendeu a apuração das suspeitas contra a estatal brasileira e a punição dos responsáveis caso as denúncias sejam comprovadas. "O que não convém é a continuidade de suspeitas, essas sim, danosas à empresa e a seu valor de mercado", afirmou Fernando Henrique.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG