FHC critica campanha por prévias tucanas para 2010

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso criticou ontem não só o comportamento eleitoral da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, como a campanha pelas prévias tucanas, sugerida pelo governador de Minas, Aécio Neves. Na condição de presidente de honra do PSDB, Fernando Henrique afirmou que, hoje, as prévias são só uma ideia e ninguém pode ser contra a tese de uma escolha democrática.

Agência Estado |

Mas deixou claro que será difícil pôr essa ideia em prática.

Mesmo sem mencionar o convite de Aécio ao governador de São Paulo, José Serra (PSDB), para que ambos percorram juntos o País, em pré-campanha para as prévias, o ex-presidente fulminou a sugestão: “Eles são governadores, têm de trabalhar. Não podem sair pelo Brasil a fazer prévias e não trabalhar.” Antes da insistência de Aécio em favor da prévias, Fernando Henrique se posicionara a favor da escolha imediata do candidato tucano.

Quanto às seguidas viagens de Dilma, inaugurando obras ou canteiros do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em todo o País, observou que a democracia implica comportar-se de maneira adequada e, muitas vezes, as coisas não são ilegais, mas também não são apropriadas. “Os tribunais têm de estar alertas com todo mundo, não só com a ministra. Eles têm de dar regra a quem está sendo cogitado (candidato)”, sugeriu o ex-presidente, cobrando da Justiça que estabeleça limites para coibir abusos. “Já que o comportamento é um pouco desabusado, é melhor que se precise qual é o limite.” As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG