Festival no Rio lembra 50 anos da morte de Villa-Lobos

RIO DE JANEIRO ¿ O Festival Villa-Lobos lembrará entre esta sexta-feira (06) e o próximo dia 28 no Rio de Janeiro os 50 anos da morte do compositor erudito Heitor Villa-Lobos, celebrada em 17 de novembro.

EFE |

O festival, que já está na sua 47ª edição, oferecerá uma mistura de música popular, sinfônica e de câmara, e conta também com atividades paralelas como projeções de filmes relacionados a Villa-Lobos e espetáculos de dança, segundo a organização.

Neste ano, a programação dos espetáculos está dividida em diferentes ciclos, entre os quais se destaca "Paris de Villa-Lobos", que lembra o período em que o compositor estudou na capital francesa, entre 1923 e 1930.

Este ciclo, no qual serão executados os sete concertos que Villa-Lobos escreveu em Paris, servirá também para comemorar o Ano da França no Brasil.

O festival também se abrirá este ano para a música popular e para outras manifestações artísticas como o cinema e a dança.

Para o diretor do festival, Marcelo Rodolfo, esta grande mistura na programação é "coerente, não só com a própria personalidade e perfil artístico do compositor, mas com seus ideais, pois sempre foi um brasileiro extremamente atento às coisas de sua terra e a sua divulgação".

O evento também conta com um fim de semana dedicado à programação infantil. Além disso, haverá a publicação de um livro e de vários discos comemorativos da obra de Villa-Lobos.

Leia mais sobre: Heitor Villa-Lobos

    Leia tudo sobre: heitor villa-lobosmúsica clássica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG