Festival Multiplicidade chega ao fim nesta terça no Rio de Janeiro

RIO DE JANEIRO ¿ Chega ao fim nesta terça-feira (16), no Rio de Janeiro, a edição 2008 do festival Multiplicidade. Para encerrar o evento, está programado um show do Chelpa Ferro. Na apresentação, o grupo fará releituras de obras clássicas, com a participação de orquestra regida por Jaques Morelenbaum.

Redação |

A performance do Chelpa Ferro ( foto ao lado ) leva o título de "A Autópsia da Cigarra Gigante" e vai acontecer no Oi Casa Grande. O grupo, composto pelos artistas plásticos Jorge Barrão e Luiz Zerbini e pelo editor de imagens Sergio Mekler, é conhecido por misturar experiências com música eletrônica, esculturas e instalações tecnológicas.

O Chelpa Ferro fechou o calendário do primeiro ano do Festival Multiplicidade com uma performance considerada até hoje como uma das melhores. Agora, os convidamos novamente para uma apresentação cheias de elementos inéditos, que irão provocar o público, conta Batman Zavareze, curador do Multiplicidade.

O espetáculo está dividido em três atos e reúne desconstruções de música clássica - Shubert, Mahler, Mozart, Wagner, Beethoven, Mendelssohn - projeções, incensos e uma bateria gigantesca, batizada de Moby Dick.

Serviço

Multiplicidade - Chelpa Ferro
Oi Casa Grande (Av. Afrânio de Melo Franco 290, Leblon)
Tel: 21 2511-0800
16 de dezembro (terça) às 21h: Chelpa Ferro e Orquestra - regência de Jaques Morelenbaum
Ingressos: R$ 15,00 (inteira) e R$ 7,50 (meia)

    Leia tudo sobre: multiplicidade

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG