Festival internacional de teatro em Londrina começa com grupo russo

SÃO PAULO ¿ O grupo russo Licedei consegue alcançar humor surpreendente ao mostrar, com o exagero típico dos cômicos, a convivência familiar. Assim, o espetáculo Semianyki (Família) é apenas uma das 49 atrações da 41ª edição do Festival de Londrina (Filo) que começa amanhã, com a apresentação da premiada montagem paulistana A Noite dos Palhaços Mudos, no Teatro Ouro Verde.

Agência Estado |

O russo "Família" será apresentado nos dias 11, 12 e 13 no mesmo teatro; o festival só termina no dia 21. Até lá vão passar pela programação da mais antiga mostra internacional do País, e uma das mais importantes, encenações de oito países.

Algumas atrações internacionais, graças à parceria entre o Filo e o Centro Cultural Banco do Brasil, vão passar também pelo Distrito Federal, uma forma de aproveitar ao máximo a presença dos estrangeiros no País. É o caso do Licedei, que se apresenta também no CCBB nos dia 19, 20 e 21. A presença do bom teatro de países vizinhos é bastante comum nos dois festivais dos Estados da região sul, como o Filo, no Paraná, e o Porto Alegre em Cena, no Rio Grande do Sul.

Como vem ocorrendo com frequência nos festivais de artes cênicas brasileiros, a programação nacional se equipara à estrangeira sem deixar a desejar. Isso vale, por exemplo, para os espetáculos paulistanos que abrem a mostra, "A Noite dos Palhaços Mudos" e "Rainha(s)", já bastante comentados, e premiados, em suas temporadas de origem e em participações em mostras. Não raro, programadores de festivais fazem concessões para ter na programação montagens de sua cidade, ou pelo menos da região. Pois um dos grandes espetáculos desta 41ª edição sem dúvida é "Inveja dos Anjos", do grupo Armazém.

Os franceses, mestres em teatro de rua, prometem mobilizar a cidade com "Passage Désemboîté", da Cie. Les Apostrophés, do qual se pode conferir divertidas imagens no YouTube. Há ainda montagens híbridas, teatro de sombras e bonecos, como o francês "Le Jeune Prince et la Vérité (O Jovem Príncipe e a Verdade)" do Studio Théâtre de Stains. E, ainda, uma "Mãe Coragem" vem de Cuba e pode ser uma boa surpresa.

Leia mais sobre: Festival de Londrina

    Leia tudo sobre: teatro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG