balanço positivo - Brasil - iG" /

Festival Internacional de Cinema de Santiago encerra com balanço positivo

SANTIAGO ¿ Mais de 75 mil espectadores, 20 mil a mais que no ano passado, assistiram à 4º edição do Festival Internacional de Cinema de Santiago (Sanfic), que este ano superou a marca de 100 filmes exibidos.

Agência Ansa |

"O balanço é super positivo porque, do ponto de vista da audiência, superamos com acréscimos as metas que havíamos projetado", disse à ANSA o diretor artístico do festival, Carlos Núñez.

O Festival de Cinema de Santiago, que este ano premiou o chileno "Tony Manero" (2008) como melhor filme na Competição Internacional e a co-produção Costa Rica-França "El Camino" (2008) na Competição Latino-americana, entregou mais de US$ 20 mil em prêmios.

A produção brasileira "Ainda Orangotangos" (2007), primeiro longa-metragem do diretor Gustavo Spolidoro, também participou a Competição Latino-americana, mas não foi premiado. Utilizando uma técnica praticamente inédita no cinema nacional, o filme ganhou destaque por mostrar, num único plano-sequência de 81 minutos, o dia de 15 personagens que transitam pelas ruas e prédios de Porto Alegre.

O Festival de Santiago, que existe há apenas quatro anos, se transformou em um dos eventos de cinema mais importantes da região, depois do Festival Internacional de Buenos Aires Festival Internacional de Cinema Independente (Bafici) e o Festival Internacional de Cinema Contemporâneo da Cidade do México (Ficco).

"Mantemos a qualidade dos filmes, algo que o público sabe apreciar, assim como a crítica, a imprensa, os convidados nacionais e internacionais", argumentou Núñez ao explicar o êxito do festival. "Foi um festival completo que serviu para os diferentes agentes e membros da indústria do cinema, como distribuidores, produtores, diretores e atores", acrescentou.

Núñes ressaltou também que a presença de personalidades de destaque do cinema mundial no júri mostra a valorização da 4º edição do Sanfic pelos cinéfilos. Michael Chapman, diretor de fotografia de importantes filmes de Martin Scorsese, como "Taxi Driver" (1976), o curador e programador francês Frédéric Boyer e o jovem diretor argentino Lisandro Alonso foram jurados da Competição Internacional.

O cineasta suíço Thomas Krempke, o escritor e cineasta chileno Antonio Skarmeta e a cineasta francesa Claire Simon compuseram o júri da Competição Latino-americana. "Este ano tivemos um júri de luxo e de alguma forma eles também apreciaram a qualidade dos filmes que foram exibidos no festival, de maneira que nesse aspecto estamos muito contentes", concluiu Carlos Núñez.

Leia mais sobre: cinema

    Leia tudo sobre: cinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG