Festival deve levar 600 mil a New Orleans

De hoje até o dia 2 de maio, o maior festival de música dos Estados Unidos coloca um time de feras nos seus 11 palcos: Aretha Franklin, Simon & Garfunkel, The Dead Weather, Pearl Jam, Gil Scott-Heron, Jeff Beck, Allen Toussaint, Van Morrison, Ellis Marsalis, George Clinton, Irma Thomas, Neville Brothers, Dr. John, Lionel Ritchie, entre outros.

Agência Estado |

Trata-se do New Orleans Jazz & Heritage Festival, criado há 40 anos (em abril de 1970) e uma das forças motrizes do caldeirão cultural que é o Sul dos Estados Unidos. Jazz, funk, soul, rock, pop, gospel, zydeco, hip-hop: não há fronteiras musicais no JazzFest, como é mais conhecido o festival. São esperados cerca de 600 mil espectadores no total.

A mítica dupla Simon & Garfunkel faz no festival, amanhã, seu único show em terras americanas em 2010 (têm mais alguns shows marcados, mas no Canadá). A cantora Aretha Franklin (maior de todos os tempos, segundo enquete da Rolling Stone), que deu 'cano' em dois anos consecutivos, diz que desta vez estará no palco principal da mostra.

Muita expectativa cerca o show do escritor e músico Gil Scott Heron, autor do hino contracultural "Revolution Will Not Be Televised" e do livro "Abutre", é uma das muitas estrelas oriundas do ativismo na afirmação racial. "É muito bacana que o JazzFest esteja apto a abraçar todas essas coisas diferentes, esses diferentes artistas", disse Quint Davis, o organizador do festival.

Do jazz ao rock, do pop ao gospel, do R&B à música eletrônica, o cardápio é sempre muito variado. "Temos jazz no nome, mas não é só jazz", diz Davis. Mais de 80% das atrações são artistas oriundos da Louisiana, como os The Neville Brothers, Irma Thomas, Pete Fountain, Dr. John, o rapper Juvenile, Trombone Shorty e Buckwheat Zydeco.

Velhos fregueses do festival, The Allman Brothers Band, Widespread Panic, The Black Crowes e B.B. King fazem turnês internacionais. Haverá ainda um tributo ao cantor, compositor e trompetista Louis Prima, nascido em 1910, e outro para Mahalia Jackson (este conduzido pela cantora Irma Thomas). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG