Festival de Curitiba terá mais de 300 espetáculos

CURITIBA ¿ O Festival de Curitiba, que este ano terá 24 espetáculos na Mostra Contemporânea e 281 no Fringe (espaço livre para companhias que querem apresentar seus trabalhos), sente nesta 18ª edição os reflexos da crise econômico-financeira que tomou conta do mundo.

Agência Estado |

A Petrobras, que durante 11 anos era responsável por cerca de 20% do orçamento, desta vez ficou de fora. Nem tudo foi coberto pelos outros patrocinadores.

Nós nos adaptamos à realidade em que vivemos e apresentamos o festival ao público do tamanho que podemos apresentar, acentuou o diretor do evento, Leandro Knopfholz. Entre 17 e 29 de março, Knopfholz ressaltou que o festival realmente assumiu a maioridade. Tanto, que pode dar-se ao luxo de não ter a Petrobras e continuar firme, disse. Mas esperamos que seja uma questão momentânea e, em 2010 a Petrobras anuncie sua participação no evento.

Segundo ele, o enxugamento aconteceu mais nas áreas de infraestrutura e em setores como relações públicas, por exemplo, que teve redução no número de agentes internacionais convidados. Dos 25 previstos, apenas 6 foram confirmados. Em relação aos espetáculos programados não houve alteração.

Além do teatro, foco principal do festival, também há espaço para música, festas, shows de humor e magia, debates, exposições fotográficas e, a partir deste ano, experiências gastronômicas aliadas à música, com três chefs convidados.

    Leia tudo sobre: festival de curitiba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG