Festival de Cannes optará pela sobriedade por causa da crise econômica

A 62ª edição do Festival de Cinema de Cannes, de 13 a 14 de maio, terá todo o glamour que já é tradicional, mas o organizadores anunciaram para este ano medidas de moderação por causa da crise econômica mundial.

AFP |

"Vivemos uma crise mundial sem precedentes. Ela também afeta a Côte d'Azur e Cannes", admitiu o presidente do sindicato de hoteleiros da cidade anfitriã do festival, Michel Chevillon.

O presidente do evento, Gilles Jacob, assegurou, no entanto, que todos os sócios particulares manterão sua participação, o que é uma boa notícia diante da falta de patrocínio público.

A chancelaria francesa suprimiu a subvenção de 72.000 euros (93.000 dólares) devido ao contexto orçamentário.

Os hotéis locais já estão lotados para a ocasião, mas muito em função de terem mantido as tarifas do ano passado para atrair o público.

iw/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG