Festival de Campos do Jordão e Osesp Itinerante promovem Mês da Música em São Paulo

SÃO PAULO - Cem concertos em um período de menos de um mês estão prometendo difundir a música erudita a novos públicos no estado de São Paulo. O número impressionante é a soma da programação preparada para a 39ª edição do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão e do projeto Osesp Itinerante, que levará a orquestra a 12 cidades paulistas.

Da Redação do Último Segundo |

Apesar de independentes, os eventos que serão realizados em julho estão sendo celebrados como o Mês da Música pela Secretaria de Cultura. Os detalhes sobre os dois projetos foram divulgados nesta terça-feira pelos maestros Roberto Minczuk, diretor artístico do Festival de Inverno, e John Neschling, diretor artístico da Osesp, e João Sayad, Secretário de Estado da Cultura.

Festival de Inverno

Maior evento de música clássica da América Latina, o Festival de Campos do Jordão chega à 39ª edição com um orçamento que ultrapassa os R$ 4 milhões. O festival será realizado entre os dias 05 e 27 em seis espaços somando cinqüenta concertos ¿ 24 deles com entrada gratuita.

O festival deste ano se desenvolveu sob o tema Música e Literatura, privilegiando obras baseadas em autores como Shakespeare, Dante, Cervantes, José de Alencar e Carlos Drummond de Andrade. Dentro desta proposta estará Capitu, obra do compositor residente José Guilherme Ripper com estréia mundial no Festival e inspirado no clássico Dom Casmurro de Machado de Assis.

O evento terá como convidado especial o maestro alemão Kurt Masur. Nelson Freire, Antônio Meneses, Glenn Dicterow, Ana Botafogo e mais 16 orquestras sinfônicas são apenas alguns dos destaques da programação.

Este ano, o Festival está buscando dar maior ênfase à formação de novos talentos, aspecto do evento que em geral costuma ser eclipsado pela agenda de grandes concertos. O convívio entre os melhores músicos brasileiros com aqueles que serão as estrelas das próximas gerações é a vocação principal de Campos do Jordão, diz Minczuk. Em audições realizadas em cidades do Brasil, México, Argentina e Costa Rica foram selecionados 148 jovens músicos. E para melhorar a estadia dos bolsistas na cidade, foi anunciada a construção de novos alojamentos para a recepção dos bolsistas próximos ao Auditório Claudio Santoro. Aproveitando um projeto concebido em 1977, os novos alojamentos devem ficar prontos no final de 2009.

Os ingressos para os concertos do Festival estarão à venda a partir do dia 21 de junho e a programação completa estará disponível em breve no site oficial .

Osesp Itinerante

Foi com uma boa dose de orgulho que o maestro John Neschling comparou a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo a um circo que, após nove meses de planejamento, está pronto para cair na estrada. Com um roteiro que envolve mais de 150 profissionais e 130 eventos em 12 cidades, a Osesp deixa a sua sede no centro da capital paulista e viaja de 02 a 20 de julho para mostrar o seu trabalho a quem paga por ele: os contribuintes do Estado.

Neschling conta que o projeto cresceu a partir de uma vontade antiga da Orquestra. Mas a Osesp é como um paquiderme, tem dificuldade de sair da Sala São Paulo, diz. Para esta turnê, a Osesp vai completa e está levando consigo a mesma estrutura que utiliza em apresentações ao ar livre na capital.

A programação engloba seis concertos sinfônicos ao ar livre, 48 concertos de música de câmara e coro, oficinas, aulas de apreciação musical e palestras com John Neschling distribuídas entre São José dos Campos, Taubaté, Sorocaba, Itapetininga, Bauru, Marília, Piracicaba, Limeira, São Carlos, Araraquara, São José do Rio Preto e Catanduva. O custo do projeto passa de um milhão de reais para atender a um público estimado em mais de 70 mil pessoas.

Segundo Neschling, o repertório dos concertos foi escolhido para atender ao público pouco familiarizado com música erudita, mas contemplando peças importantes de grandes compositores. A proposta é levar o que há de melhor para o povo e não tentar ganhá-lo com algo fácil e demagógico, diz o maestro.

A Osesp Itinerante pretende ser um projeto de longo prazo. Para o próximo ano, Neschling já programa uma nova turnê pelo Estado, exibindo uma longa lista de cidades que deverão fazer parte do roteiro.

Leia mais sobre Festival de Campos do Jordão  e Osesp .

    Leia tudo sobre: festival de campos do jordãoosesp

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG