Festa dos 455 anos da capital paulista começa hoje

O paulistano vai precisar de fôlego para aproveitar bem a extensa programação desse ano para o aniversário da cidade. Com ar de Virada Cultural, os shows começam hoje à tarde no Vale do Anhangabaú e vão agitar o centro até as 22 horas de amanhã.

Agência Estado |

Para quem não quiser curtir só a música há opções de teatro, exposições, cinema e esporte em diversos pontos da cidade. No entanto, apesar da movimentação na cidade, a frota de ônibus que estará em circulação amanhã será a mesma de todos os domingos, reduzida em 50%.

A partir das 15 horas, samba, axé, rock, MPB, forró, soul, música eletrônica e até música angolana vão passar pelo palco principal no Anhangabaú. Entre os destaques estão Seu Jorge, à meia-noite; João Pedro e a Escola de Samba Portela, às 2h30; Almir Guineto, às 3h30; Quinteto em Branco e Preto, às 4h30; Social Samba Fino, às 5 horas; e Natiruts, às 15 horas de amanhã. A organização do evento espera um público de cerca de 20 mil pessoas nos dois dias.

A programação também reserva atrações para crianças e idosos no Anhangabaú. Um planetário foi instalado para divertir as crianças e os vovôs e vovós poderão dançar hoje no baile do idoso, que começa às 15 horas. Também estão previstas intervenções de vídeo e teatro, além da instalação de um telecentro com 30 computadores.

Vários serviços de utilidade pública vão funcionar especialmente no dia do aniversário de São Paulo. Haverá assessoria de defensores públicos para orientar e tirar dúvidas sobre direito da família e violência doméstica, tendas de informações sobre como reaproveitar alimentos e exames laboratoriais para determinar taxas de colesterol, problemas renais e aferição de pressão arterial.

Mais música

Para os fãs de música brasileira, o Parque da Independência, no Ipiranga terá, a partir das 15 horas de amanhã, Lulu Santos, Daniela Mercury, Toni Garrido, Roberta Sá, Celso Fonseca, Diogo Nogueira, Paula Lima e Ana Cañas. A música erudita estará representada pelo Grupo Sinfônico Arte Viva, com a participação especial do maestro João Carlos Martins. O evento no Ipiranga foi organizado pela Secretaria Municipal de Cultura e patrocinado pela Telefônica. As atividades no Anhangabaú foram promovidas pela Secretaria Municipal de Participação e Parceria. As pastas informaram que ainda não tinham um levantamento fechado sobre o valor dos investimentos.

Na "Conversa de Bateria", na Praça Nova Luz, dois palcos dispostos frente a frente vão receber as baterias das 14 escolas de samba do grupo especial de São Paulo, uma do grupo de acesso e duas da União das Escolas de Samba Paulistanas (UESP), em apresentações de 15 minutos. O destaque fica por conta da bateria da Vai-Vai e da Mocidade Alegre, respectivamente campeã e vice-campeã do carnaval do ano passado, que vão "conversar", tocando simultaneamente, uma em cada palco. A "brincadeira" do samba começa hoje às 15 horas.

No circuito alternativo, o CICAS (Centro Independente de Cultura Alternativa e Social) coordena um Sarau Especial a partir das 17 horas, com escritores independentes, músicos, teatro vocacional e vídeos, com destaque para uma homenagem ao artista Sabotage. O espaço fica na Vila Sabrina, na zona norte. A entrada é franca.

No Sesc Pompeia, o foco é a diversidade paulistana, dentro do projeto "Sotaques Paulistas", que terá entre os shows de aniversário da capital a banda paulistana Karnak, o maranhense Zeca Baleiro e a cantora Fortuna, de origem judaica, a partir das 21 horas de hoje.

Mercadão

Não é só a cidade que comemora. O Mercado Municipal faz 76 anos amanhã e a festa começa hoje com roda de samba ao meio-dia e apresentações de Jair Rodrigues, Dona Inah e Germano Mathias. Amanhã, a partir das 11 horas é lançado o projeto "O Autor no Mercadão", que promoverá encontros com escritores e artistas, como o jornalista Milton Jung e os cartunistas Júnior Lopes e Gepp.

Esporte

Atividades esportivas também fazem parte da programação. Para quem gosta de ciclismo, o Pedal de Aniversário de São Paulo promove um percurso de 35 quilômetros em cerca de 3 horas. A concentração será no Parque das Bicicletas (Alameda Iraé, 35, em Moema) às 10 horas, e o trajeto inclui o Viaduto do Chá e a Rua Libero Badaró. Os organizadores esperam participação de cerca de 500 pessoas.

Já na primeira edição brasileira do Bike Tour, cerca de cinco mil ciclistas devem participar do percurso de 10 km, a partir da Ponte Octávio Frias de Oliveira, em direção à Universidade de São Paulo (USP). Outro evento para amantes da bicicleta é o Parada Vital, que partirá às 9 horas de amanhã da estação Vila Madalena do Metrô e percorrerá 4 quilômetros até o Estádio do Pacaembu.

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) montou um esquema especial na Linha 9-Esmeralda para atender os participantes do Bike Tour. O uso de bicicletas nos trens da CPTM e do Metrô é liberado a partir das 14 horas aos sábados e durante todo o dia aos domingos.

No Autódromo de Interlagos, na zona sul, o paulistano poderá assistir de graça aos treinos livres e ao GP Cidade de São Paulo, prova válida pela primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Endurance, que acontece amanhã às 13 horas. Além da corrida, há exposição de veículos históricos, projeção de vídeo com corridas antigas e shows.

Ato Solene e Ato Simbólico

Como parte da programação oficial, às 10 horas de amanhã haverá uma Missa na Catedral da Sé e às 11h30, um Ato Solene no Pateo do Collegio pelos 455 anos da cidade. No mesmo horário, movimentos populares ligados à moradia realizarão um ato simbólico na Praça da Sé para protestar contra a demolição dos edifícios São Vito e Mercúrio, no centro da cidade. Está prevista a participação de 300 a 400 pessoas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG