Festa com Skank, samba e fogos leva 2,4 milhões à Paulista

SÃO PAULO - Samba, sertanejo e música pop. A festa eclética da Avenida Paulista reuniu uma multidão para comemorar a chegada do ano novo. Segundo informações dos organizadores do evento, 2,4 milhões de pessoas participaram do réveillon na Paulista. O número é recorde e supera as outras 12 edições do evento.

Redação |

AE

Festa em São Paulo é marcada por queima de fogos e balões coloridos

Festa em São Paulo é marcada por queima de fogos e balões coloridos

Após uma série de apresentações musicais, paulistanos e turistas receberam o novo ano com uma queima de fogos que durou 15 minutos. O céu do coração financeiro do País foi iluminado por 100 mil tiros e seis mil bombas coloridas.

Além dos fogos, a virada do ano na Paulista também foi marcada por uma "chuva" de 10 mil balões coloridos e cinco milhões de confetes metalizados. A apresentação do Skank foi um dos pontos altos da festa. O show do grupo mineiro começou à 0h20 desta quinta-feira, logo após a contagem regressiva feita pelo cantor Daniel que também animou o público.

Segundo informações da Polícia Rodoviária, não foram registradas ocorrências graves.

A festa

AE
Vocalista do Skank
Vocalista do Skank no show da virada

O tema do evento deste ano foi São Paulo e o mundo se encontram aqui, em uma referência às diferentes culturas e etnias que formam a cidade.

O palco de 800 m² foi montado entre as ruas Ministro Rocha de Azevedo e Frei Caneca, com uma cenografia composta por telões e painéis eletrônicos, simulando um imenso porta-retrato.

A festa começou com a apresentação do grupo Saia Rodada. Em seguida, foi a vez do grupo Babado Novo e dos irmãos do KLB. Os paulistanos e turistas também assistiram ao show de Daniel e do grupo Skank. A noite foi encerrada pela escola de samba Vai-vai.

AE

Leia mais sobre réveillon na Paulista

    Leia tudo sobre: réveillonsão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG