Fernão Dias tem pista liberada na altura de Mairiporã-SP

A faixa da Rodovia Fernão Dias que estava interditada na altura de Mairiporã desde a madrugada deste domingo foi liberada por volta das 15h50 pela Autopista, que administra a via. De acordo com a concessionária, o tráfego no local pode ser feito pelas duas pistas da rodovia.

Agência Estado |

O acostamento na região do quilômetro 64 permanece interditado por questões de segurança.

O tráfego no local, na pista sentido São Paulo, apresenta fluxo lento por seis quilômetros, ainda em reflexo da queda de uma barreira. O incidente ocorreu por volta das 3h50 desta madrugada e resultou no fechamento de uma das pistas, além do acostamento.

A situação da Régis Bittencourt, na altura do município de Taboão da Serra, também apresenta melhorias. A pista no sentido Curitiba, que chegou a ter duas faixas interditadas por conta de um alagamento, apresenta neste momento restrição em apenas uma das três faixas. O trânsito no local, segundo a Autopista, é normal.

Para o motorista que trafega pela Rodovia Presidente Dutra, no sentido São Paulo, há pontos de lentidão na altura do quilômetro 145 devido ao excesso de veículos. O tráfego está normal no sentido Rio de Janeiro, informou a concessionária NovaDutra.

O Sistema Anchieta-Imigrantes tem dois trechos de interdição parcial. Na pista Sul da Anchieta um alagamento entre os quilômetros 10 e 13, na região de São Bernardo do Campo, impede o trânsito no local. O motorista encontra como alternativa a pista marginal da Anchieta. Já a pista Sul da Imigrantes está interditada para a implantação da Operação Subida, que deve ter início por volta das 17h15 deste domingo. O sistema opera neste momento com esquema 2 por 5, sendo cinco faixas para quem retorna à capital paulista. A Operação Subida atuará no esquema 2 por 8. Apesar disso, informa a concessionária Ecovias, o trânsito nas vias é normal.

O mesmo ocorre com as rodovias Castello Branco e Raposo Tavares, além dos sistemas Ayrton Senna - Carvalho Pinto e Anhanguera-Bandeirantes.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG