SÃO PAULO - O número de acidentes nas estradas paulistas caiu 20% no feriado de 9 de Julho, dia da Revolução Constitucionalista, em relação ao de 2007, segundo levantamento coordenado pela Secretaria estadual dos Transportes.

A comparação de 2009 foi feita com 2007 porque no ano passado o feriado caiu em uma quarta-feira, não caracterizando feriado prolongado. De acordo com o balanço, também houve queda de 28% no índice de vítimas fatais.

Segundo a pasta, o índice de acidentes do feriado de 9 de Julho foi de 0,8, contra 1,0 em 2007. O índice de acidentes (IA) é calculado levando-se em consideração, além dos dados quantitativos, a extensão das rodovias, o volume diário médio de veículos (VDM) nas estradas e o período analisado. Essa metodologia é necessária para que haja uma comparação tecnicamente correta, já que há vários fatores que influenciam o índice como a época do ano em que o feriado acontece.

O índice de feridos teve queda de 47%. No total, foram registrados 1.092 acidentes, com 34 mortos e 493 feridos.

Segundo o levantamento, entre as razões da melhora dos índices nesses dois anos está a intensificação do combate à bebida alcoólica nas estradas e a melhoria da malha viária.

Em relação à fiscalização por parte dos policiais militares rodoviários, houve intensificação no controle rígido de direção associada à bebida alcoólica, de velocidade e na fiscalização de motocicletas. Foram lavradas 13.735 autuações por infrações de trânsito em todo o Estado, sendo apreendidos 725 veículos, 255 carteiras de habilitação e 2.683 documentos de veículos por irregularidades. A secretaria registrou 49 casos de embriaguez, contra 27 em 2007.

Drogas

Já no aspecto da prevenção e repressão criminal foram apreendidos 143,2 quilos de maconha e 13,5 quilos de cocaína. A pasta também informou a prisão em flagrante de 24 criminosos, sendo cinco procurados pela Justiça. Dezessete veículos foram recuperados e sete armas apreendidas.

Leia mais sobre: estradas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.