Insolação em Veneza - Brasil - iG" /

Felipe Hirsch e Daniela Thomas apresentam Insolação em Veneza

Os brasileiros Felipe Hirsch e Daniela Thomas apresentaram neste domingo no Festival de Veneza o filme experimental Insolação, inspirado em Brasília.

AFP |

"Quisemos falar de um sentimento, a melancolia do amor irrealizável, e Brasília transmitia visualmente o que queríamos dizer, uma utopia, com suas construções tão racionais", contou Thomas durante um encontro com a imprensa.

O filme, que compete na seção Horizontes, a mais inovadora, está entre os poucos dirigidos por latino-americanos presentes no Festival de Veneza, ao lado de "Paraíso", do peruano Héctor Gálvez, e de "Viajo porque preciso, volto porque te amo", dos brasileiros Marcelo Gomes e Karim Aimouz.

"Um filme de amor, do perdido, da utopia", indicou o jornal do festival Variety.

A sóbria arquitetura de Brasília, concebida do nada há meio século, pelos renomados arquitetos Oscar Niemeyer e Lúcio Costa, serve de pretexto para transmitir esses sentimentos.

"No filme, a única coisa que se move são os personagens. Mas em Brasília, a coisa não é assim, por isso fizemos com que a população desaparecesse de cada fotograma. De qualquer forma, a cidade é uma prova viva de uma utopia morta", explicou Thomas, que trabalhou em quatro filmes com Walter Salles.

Autora do filme 'Linha de passe', premiada no Festival de Cannes de 2008, Daniela Thomas trabalha pela primeira vez com Felipe Hirsch, diretor teatral experimental, que estreia como cineasta.

kv/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG