Feldman tira licença para tentar aproximar PSDB e DEM

O secretário municipal de esportes de São Paulo, Walter Feldman (PSDB), decidiu tirar uma licença de dez dias para resolver as divergências entre o PSDB e o DEM. Por conta do momento político agudo que estamos vivendo, eu preferi ficar um pouco fora da administração da cidade para poder ajudar nesta questão política dramática que vive hoje a nossa aliança, explicou Feldman para a Agência Estado .

Agência Estado |

Apesar de a aliança entre as duas legendas não ter sido fechada neste primeiro turno, em razão das candidaturas de Geraldo Alckmin (PSDB) e Gilberto Kassab (DEM), Feldman acredita que é possível fazer um resgate para o segundo turno. "Nós vamos viver um período crítico agora, que é um período de grande embate para a decisão de quem vai para o segundo turno", disse. "Não queremos que essa discussão leve a um transbordamento que impeça depois uma reaproximação entre os dois partidos."
Feldman é um dos secretários tucanos do prefeito Gilberto Kassab, da coligação "São Paulo no Rumo Certo" (DEM-PR-PMDB-PRP-PV-PSC), que defendeu a retirada da candidatura Alckmin, da coligação "São Paulo, na Melhor Direção" (PSDB-PTB-PHS-PSL-PSDC), em prol da tentativa de reeleição do prefeito. Apesar da demonstração de que pretende lutar por um acordo entre as duas legendas num eventual segundo turno dessas eleições, os candidatos Alckmin e Kassab têm intensificado a troca de farpas nos últimos dias.

Isso ocorre num momento em que a diferença entre os dois candidatos começa a cair nas pesquisas eleitorais. De acordo com o levantamento do Datafolha divulgado no sábado, Alckmin, recuou de 32% das intenções de voto para 24%, enquanto Kassab avançou de 11% para 14%. O secretário, que também é deputado federal licenciado, vai a Brasília, onde deve falar com o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra sobre a situação de disputa entre DEM e o partido tucano. Feldman retorna ao cargo em 4 de setembro. Até lá, a secretaria será ocupada pelo secretário-adjunto Jorge Damião.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG