Fechado abatedouro que vendia carne de cães em SP

Policiais da 2° Delegacia de Saúde Pública localizaram na manhã de hoje um abatedouro de cães em Suzano, região metropolitana de São Paulo. Duas pessoas foram presas.

Agência Estado |

Segundo o delegado Anderson Pires Giampaoli, os animais eram recolhidos das ruas e mantidos presos para engorda para, depois, serem mortos. A carne, informou, era vendida para a comunidade oriental da região e para restaurantes do Bom Retiro, zona oeste da capital paulista.

O preço de cada animal oscilava entre R$ 180 e R$ 220, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP). O abatedouro funcionava há três anos no bairro Miguel Badra. Foram presos os donos do local, Roberto Moraes, de 46 anos, e Roseli Nascimento, de 39 anos, e apreendidos um cachorro que seria morto, duas mesas para abate, um freezer com carnes, ganchos e outros instrumentos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG