Febre alta e indisposição são alguns dos sintomas da pneumonia, processo infeccioso dos pulmões que pode ser provocado por vírus, bactérias, fungos ou protozoários. Segundo João Geraldo Houly, pneumologista do Hospital Santa Paula, na capital paulista, trata-se de um processo infeccioso do pulmão.

"A pneumonia pode ser unilareral, bilateral, lobar ou segmentar", explica.

De acordo com o especialista, o contágio acontece através da inalação, principalmente se a pessoa estiver com a resistência baixa. "A pneumonia mais comum é a bacteriana. Mas essa doença também pode ser provocada por fungos, vírus ou protozoários", afirma.

Além da febre e da indisposição, a pneumonia também provoca calafrios e dores no corpo. "Outro sintoma é a tosse com expectoração com coloração verde ou amarelada no caso das pneumonias bacterianas e mais fluida nas virais", explica Houly. O diagnóstico, segundo o médico, é feito através de exame clínico e de sangue para detectar se há alterações hematológicas e, portanto, saber qual é o tipo de pneumonia que acomete o paciente.

De acordo com Sandra Aparecida Ribeiro, pneumologista da unidade Anália Franco do Hospital São Luiz, em São Paulo, o tratamento é feito com antibióticos no caso das pneumonias bacterianas. "No caso da pneumonia viral recomenda-se medicamentos antivirais e as provocadas por protozoários, mais raras, são tratadas com drogas específicas", complementa Houly.

"Para prevenir esse mal é importante ter boa alimentação e hidratação, estar em ambientes bem ventilados e evitar mudanças climáticas abruptas", avisa Sandra. A médica também recomenda vacinação para as pessoas com mais de 60 anos e a vacina antiinfluenza. "Ela pode prevenir a infecção que deve vir após uma gripe, pois o estado gripal pode se complicar com uma infecção bacteriana", finaliza.

Adriana Bifulco

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.