Fazer exercícios dentro de casa exige aparelhos adequados e orientação

Fazer exercícios físicos no conforto de casa pode ser uma boa opção para quem não gosta ou não tem tempo para ir à academia. Porém, a prática com aparelhos para essa finalidade deve ser precedida de alguns cuidados para evitar lesões.

Agência Estado |

É importante consultar um médico para saber se a pessoa está apta a fazer exercícios, principalmente se tem alguma doença crônica ou já teve problemas de saúde. Outra dica é conhecer os aparelhos antes de escolhê-los.

“O consumidor precisa de alguém para dar orientações básicas com uma certa constância. Os aparelhos, por exemplo, tornam o exercício mais seguro porque deixam o corpo estabilizado e trabalham um grupo muscular específico, mas não se deve fixar em apenas uma parte do corpo para não trazer desequilíbrio para o físico. Já os pesos livres possibilitam movimentos mais próximos do dia-a-dia, desde que orientados por um profissional”, explica Marcos Duarte, professor da Escola de Educação Física e Esportes da Universidade de São Paulo (USP) e especialista em Biomecânica.

Ao escolher os aparelhos, procure saber o peso que ele suporta, quantas pessoas vão usá-lo e se há espaço em casa para instalá-los. A embalagem deve ser acompanhada do manual de instruções de uso e montagem, do termo de garantia e trazer informações sobre produto e fabricante como dispositivos de segurança, rede de assistência técnica, atendimento ao consumidor, endereço, telefone e CNPJ. As informações são do Jornal de Tarde.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG