Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Fãs acampam à espera de show do RBD em São Paulo

Eles não têm uma vida normal há 87 dias: dormem em barracas, caminham quarteirões para ir ao banheiro e se alimentam como podem, mas nunca estiveram tão felizes. Essa rotina de cerca de 120 adolescentes deve durar até o dia 29 de novembro quando, finalmente, poderão entrar no Anhembi, na zona norte de São Paulo, para assistir ao show dos Rebeldes.

Agência Estado |

Fãs da banda mexicana, eles não medem esforços para garantir um bom lugar no espetáculo.

Mas a saga dessa garotada não começou no atual acampamento. Seguindo especulações de onde seria o evento, os adolescentes já se instalaram, desde o dia 7 de agosto, em frente ao Morumbi, Via Funchal e Palestra Itália, até chegar, finalmente, ao Anhembi, onde foi confirmado o show. O evento ganhou tamanha importância porque será o último show dos mexicanos, que vão desmanchar a banda.

Para que o acampamento funcione é preciso uma logística. Cada barraca é cuidada por 30 pessoas, que se revezam para dormir e guardar o lugar durante o dia. Quanto mais tempo o fã fica acampado e dorme no local, mais pontos ele ganha. De forma decrescente, é organizado um ranking, com os nomes das 120 pessoas. Na véspera do show, quando for possível fazer uma fila de verdade, eles se organizarão de acordo com essa lista, em frente a entrada. Quem não ficou durante todos esses meses de plantão só poderá entrar na fila depois desses fãs.

Para começar a maratona, os adolescentes enfrentaram os pais, que acabaram cedendo ao fanatismo. "No começo, a minha mãe não tinha deixado, mas acabou mudando de idéia. Acho que ela entende, porque também era fã dos Menudos", conta Tábata, de 14 anos. Já a mãe de Rebeca, de 15, fica espantada. "Ela fala que eu sou doente, porque o meu quarto é forrado de pôsteres da banda." Mas será que tudo isso é coisa de momento? "Pode até passar, mas eu nunca vou me esquecer", conta Dérick, de 14 anos.

Para os fãs, depois que acabou a novela protagonizada pelo grupo no SBT, em 2006, muitos abandonaram a banda. "Agora, só ficaram os fãs de verdade", diz Tábata. As informações são do Jornal da Tarde.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG