Questionado sobre a denúncia de que o deputado Fábio Faria (PMN-RN) teria usado a verba de passagens aéreas para patrocinar viagens da ex-namorada Adriane Galisteu e de atores da TV Globo, entre outros amigos, o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), comentou hoje que o uso do recurso público para passagens de passeio não é o padrão normal, mas disse que o parlamentar devolverá o dinheiro se achar de deve. Temer recebeu uma ligação de Faria nesta manhã.

"Eu disse a ele: 'A cota é sua. Se achar legal, justifique. Se não é adequado, trate de devolver. A Câmara não pode ter prejuízo com o que você eventualmente considere errado.' Ele tem que responder. Se achar que deve devolver, devolverá", afirmou Temer. Sobre a possibilidade de Faria ser punido pela irregularidade, Temer disse que vai discutir com alguns companheiros da Mesa Diretora. Ao contrário do terceiro-secretário, Odair Cunha (PT-MG), que disse que a Mesa Diretora não vai mudar as regras das cotas de passagens, o presidente da Câmara afirmou que "esse assunto vai uma hora para a Mesa", mas que não convocará uma reunião especialmente para discutir o tema.

Em nota divulgada hoje, o deputado Fábio Faria disse que "falhas eventuais já constatadas foram devida e prontamente corrigidas, como o consequente reembolso à Câmara". O deputado diz que cabia ao corpo técnico do gabinete o controle sobre emissão de passagens. "A questão relativa à emissão de passagens aéreas é uma atribuição administrativa com a qual nunca lidei pessoalmente", disse o parlamentar em nota. Faria não informou o valor devolvido à Câmara.

Reportagem do portal "Congresso Em Foco" disse hoje que Fabio Faria teria pago passagens com a cota do gabinete para os atores Kayky Brito, Sthefany Brito e Samara Felippo para participarem do carnaval fora de época em Natal. As passagens foram emitidas em 2007. No ano seguinte, o deputado teria usado a verba para pagar viagens da apresentadora de TV Adriane Galisteu e uma viagem da sogra, Ema Galisteu, a Miami.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.