Fantasias das rainhas de bateria podem custar R$ 45 mil

Eles cruzam o Sambódromo do Rio equipados com agulhas e linhas para casos de emergência. Atrás de uma rainha de bateria há quase sempre um estilista de prontidão.

Agência Estado |

As fantasias, é verdade, chamam menos atenção do que as musas. Mas aqueles micropedaços de pano cercados por centenas de penas, plumas e strass chegam a custar R$ 45 mil.

Carlinhos Barzellai e Henrique Filho são os queridinhos da avenida. Vestem, ou já vestiram em outros anos, as mulheres mais espetaculares do carnaval carioca. Luma de Oliveira, Luiza Brunet, Juliana Paes, Paola Oliveira, Luciana Gimenez, Luana Piovani, Grazi Massafera, Deborah Secco e outras musas do sambódromo já passaram pelos ateliês dos dois estilistas. A vaidade custa caro. A começar pelo material. Rainha de bateria sem cristais Swarovski, produzidos na cidade austríaca de Wattlews desde 1895, não é digna de carregar o título. Todas usam.

Aos 61 anos, Carlinhos Barzellai é uma grife no mundo do samba. Filho de diplomata e o mais velho de 11 irmãos, Barzellai caiu no samba por acaso. Arquiteto por formação, estilista de grinaldas de noiva por opção, começou desenhando enfeites de cabeça para fantasias de luxo do Baile do Copacabana Palace no final dos anos 90. Henrique Filho também entrou no carnaval por acaso. Caiu nas graças de Xuxa Meneghel e depois vieram as rainhas de bateria: Luma de Oliveira, Luiza Brunet, Adriane Galisteu. No resto do ano, Henrique veste noivas para casamentos chiques. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG