Famílias fogem com medo de invasão de favela no Rio

Uma denúncia que teria partido de supostos moradores dos morros São João, Matriz e Quieto, no Engenho Novo, zona norte do Rio de Janeiro, causou um clima de tensão em boa parte das comunidades na noite de ontem. A informação que chegou à Polícia Militar (PM) era de que traficantes do Morro dos Macacos - invadido na madrugada do último sábado - teriam tentado tomar o São João pela região de mata no topo do morro, onde há a junção das duas favelas.

Agência Estado |

Com medo de mais um tiroteio entre as quadrilhas que disputam pontos de venda de droga, dezenas de famílias desceram os morros, apenas com a roupa do corpo e alguns utensílios.

No início da madrugada ainda era possível ver moradores ocupando as ruas 24 de Maio, Barão do Bom Retiro e a Avenida Marechal Rondon. Com o auxílio de um veículo blindado, PMs do batalhão de área subiram o morro e não encontraram sinais de invasão. Segundo o chefe de Relações Públicas da corporação, major Oderlei Santos, o policiamento está presente na região e nenhuma movimentação de bandidos tanto de um lado como do outro foi confirmada. Ainda de acordo com ele, traficantes de um dos morros podem ter realmente planejado uma nova ação, mas ela não se concretizou possivelmente por causa da presença da PM.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG