Familiares e amigos falam sobre a morte de Michael Jackson

LOS ANGELES - Artistas de diferentes gerações lamentaram a morte do cantor Michael Jackson, lembrado por seus colegas, principalmente, por seu talento musical e valores pessoais.

Redação com agências internacionais |


"Não consigo parar de chorar com esta triste notícia", disse Madonna à revista "People". A cantora manifestou sua admiração por Michael e afirmou que, apesar de "o mundo ter perdido um gigante, sua música sempre estará viva".

O empresário de Elizabeth Taylor , uma das melhores amigas do cantor, declarou que a atriz ficou tão abalada que não conseguiu comentar a perda.

Reuters
Michael e Lisa, em foto de 1994
Michael e Lisa, em foto de 1994


Lisa Marie Presley , que foi casada com o músico entre 1994 e 1996, disse ter ficado "muito triste e confusa". "É uma perda tão grande em tantos sentidos que não tenho palavras", afirmou. "Estou com o coração partido por seus filhos, que sei que eram tudo para ele, e por sua família", acrescentou.

A atriz Brooke Shields lembrou outra faceta do "extraordinário" artista: "sua contribuição para o mundo". "Meu coração está cheio de tristeza pela perda do meu verdadeiro amigo Michael", afirmou.

Em declarações à CNN, a cantora Cher lembrou "o adorável adolescente" que conheceu, "com o extraordinário dom de tocar as pessoas". Segundo a cantora e atriz, o músico era "otimista e adorável, mas não acreditava nisso".

Por sua vez, a cantora Celine Dion ressaltou a "admiração" que tinha pelo colega, a cujo show em Londres, no próximo dia 13, pretendia ir. Quem também disse que gostaria de assistir a essa apresentação foi Britney Spears, para quem Michael sempre foi uma fonte de "inspiração".

Assim como Britney , um dos novos nomes da música americana, a cantora e atriz Miley Cyrus , protagonista da série de TV "Hanna Montana", afirmou: "Michael era minha inspiração". Já a veterana Donna Summers declarou: "vou sentir saudades. O mundo sentirá saudades de Michael".

Ganhador do Oscar, o ator Jamie Foxx disse não ser possível expressar o quanto Jackson deu ao mundo "música e culturalmente". "Tudo o que ele quis foi nos dar uma fantástica música, e isso foi o que fez a cada dia", afirmou.

O produtor musical Quincy Jones , que trabalhou com Michael em "Thriller" (1982) - o álbum mais vendido de todos os tempos, com mais de 100 milhões de cópias comercializadas no mundo todo -, disse ter ficado "devastado" com a repentina morte do artista, "que foi tirado de nós muito cedo". Jones, de 76 anos, destacou que o cantor "tinha tudo: talento, graça, profissionalismo e dedicação".

AP
Michael Jackson e Quincy Jones, na cerimônia do Grammy de 1984

Michael Jackson e Quincy Jones, na cerimônia do Grammy de 1984

John Landis , que dirigiu o histórico vídeo de "Thriller" e recentemente levou Michael aos tribunais em uma disputa por direitos autorais, declarou que, apesar da "vida turbulenta e complicada", o legado do cantor será lembrado para sempre.

Outro a falar da morte do músico foi Neil Portnow , presidente da Academia de Artes e Ciências da Gravação dos Estados Unidos, responsável pelos prêmios Grammy.

Segundo ele, a "inconfundível voz, os inovadores passos de dança" e a "impressionante versatilidade da música" de Michael o levaram a ser aclamado mundialmente.

O reverendo Al Sharpton , ativista e líder da comunidade negra dos Estados Unidos, disse que nenhuma polêmica apagará o impacto histórico da música de Michael Jackson.

Fãs reunidos

Pouco tempo depois da notícia sobre a hospitalização de Michael, centenas de fãs se reuniram nas imediações do hospital em que ele morreu, em Los Angeles, numa prova de admiração pelo artista.

Em Nova York, mais fãs se juntaram para lembrar o cantor, desta vez em frente ao teatro Apollo, localizado no bairro do Harlem, onde o músico cantou pela primeira vez quando tinha 9 anos.

Michael, nascido em 29 de agosto de 1958, na cidade de Gary (Indiana), deixa três filhos: Prince Michael, Paris e Prince Michael 2 o .

Relembre as fases da carreira de Michael Jackson; veja o vídeo:


Leia também:


A carreira de Michael Jackson


Opinião


Leia mais sobre Michael Jackson

    Leia tudo sobre: madonnamichael jacksonmúsica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG