Familiares das vítimas do acidente com o vôo JJ3054 da TAM reúnem-se hoje à tarde com o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM) para oferecer sugestões para a construção de um memorial às vítimas da tragédia no local do acidente. O terreno onde antes existia o prédio da TAM Express foi doado para a Prefeitura pela companhia aérea com esse objetivo.

A Prefeitura chegou a apresentar aos familiares um projeto de construção de uma praça, mas os familiares, que viajaram a Nova York buscando informações sobre o memorial em homenagem às vítimas dos atentados de 11 de Setembro, acreditam que a tragédia em Congonhas deve ser gravada na memória do País construindo algo que dignifique as pessoas que ali morreram, em 17 de julho de 2007.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.