Washington, 1 fev (EFE).- O casal Edgar e Nina Otto, de Boca Raton (Flórida, EUA) se transformou nos orgulhosos proprietários do primeiro cachorro clonado comercialmente, para o que pagaram a soma de US$ 155.

000.

Segundo informa hoje a rede de televisão "CNN", o casal quis clonar seu cachorro "Sir Lancelot", um labrador, há cinco anos e quando o animal de estimação morreu de câncer em 2008, fizeram que seu DNA fosse congelado.

A clonagem foi feita pela empresa de biotecnologia BioArts International, que realizou um leilão - vencido pelo Otto - para criar o primeiro clone com fins comerciais.

O DNA de "Sir Lancelot" foi enviado para uma empresa na Coreia do Sul, onde foi implantado em um óvulo, e na semana passada o casal recebeu seu filhote, uma cópia exata do animal de estimação perdido e ao qual decidiram chamar "Lancey", o diminutivo de Lancelot. EFE mv/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.