Estado do Rio terá de indenizar pais de João Roberto" / Estado do Rio terá de indenizar pais de João Roberto" /

Faltou critério dos PMs no caso João Roberto, diz Beltrame

RIO DE JANEIRO - Arrolado como testemunha de defesa dos dois policiais militares que mataram por engano o menino João Roberto Amorim Soares, de 3 anos, em julho, o secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, afirmou nesta sexta-feira ao juiz Daniel Schiavoni Miller, do 2º Tribunal do Júri do Rio, que a atitude dos policiais não foi compatível com o ensinamento dado aos policiais militares no centro de treinamento da PM. Ele disse ainda que não faltou treinamento, mas critério. http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/09/15/estado_do_rio_tera_de_indenizar_pais_de_joao_roberto_1842913.html target=_blankEstado do Rio terá de indenizar pais de João Roberto

Agência Estado |

Acordo Ortográfico

A intenção da defesa era demonstrar que a desastrosa ação dos dois soldados aconteceu em razão da falta de treinamento. Segundo Beltrame, no entanto, ao cabo William de Paula e ao soldado Elias Gonçalves da Costa Neto "treinamento não faltou, critério sim".

Os dois PMs perseguiam um carro que havia acabado de ser roubado na Tijuca, zona norte do Rio, e confundiram o carro da mãe do menino, Alessandra Soares, com o dos bandidos. O carro dela foi atingido por 17 tiros e João Roberto foi atingido na cabeça.

Leia mais sobre: caso João Roberto

    Leia tudo sobre: joão roberto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG