Faltam doadoras de leite humano no Hospital SP, diz Unifesp

Até sexta-feira se comemora a Semana Mundial da Amamentação. A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) usa a lembrança dessa semana para chamar a atenção para um fato preocupante: há poucas doadores de leite humano para o hospital, de acordo com a Assessoria de Imprensa da Unifesp.

Agência Estado |

E o Hospital de São Paulo considera uma situação de emergência a falta de leite materno para bebês internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Segundo a Unifesp, o alimento é essencial no suporte nutricional e imunológico dos bebês nos primeiros seis meses de vida e, sem ele, as crianças ficam mais suscetíveis a infecções e diarreias, que podem resultar em desnutrição, desidratação e até risco de morte.

O Banco de Leite Humano do Hospital São Paulo coleta, segundo a Unifesp, cinco litros por mês. Porém 50% é descartado, na maioria dos casos, por apresentar algum tipo de contaminação, já que o alimento passa por diversas análises e processos. Em vista disso, é necessário que um número maior de lactantes doem seu leite. Quem quiser doar, pode ligar para (11) 5538-0155 e agendar uma visita de orientação.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG