Falta de segurança prejudica Turismo no Brasil

Número de estrangeiros que visita o País é o mesmo desde 1999, cerca de 5 milhões. Argentina e Chile tiveram aumento no período

AE |

selo

A falta de investimentos em segurança, preservação do patrimônio e até mesmo em ações básicas como coleta de lixo pode ser constatada nos dados de desembarques internacionais. Atualmente, o número de turistas estrangeiros que visita o Brasil é o mesmo desde 1999, cerca de 5 milhões de pessoas.

Para efeito de comparação, Argentina e Chile tiveram no mesmo período um aumento de quase 10% no número de desembarques internacionais. Apesar do crescimento do turismo interno, o Brasil responde por apenas 25% do total de turistas estrangeiros que vêm para a América do Sul. A África do Sul, igualmente distante dos países emissores de turistas e com problemas maiores de segurança, recebe 10 milhões de visitantes por ano. 

Segundo pesquisas apresentadas pelo Ministério do Turismo, a sensação de insegurança é uma das principais razões - isso ocorre tanto pela repercussão de crimes cometidos aqui quanto pela degradação dos centros históricos. "Há ainda uma associação cada vez maior do Nordeste com a exploração sexual de menores", afirma o turismólogo Marcos Bitar.

"São questões básicas a serem resolvidas", completa Thais Funcia, diretora da Escola de Turismo da Universidade Anhembi Morumbi. "Sem infraestrutura não é possível atrair turistas." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: TurismoSegurança

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG