Falta de deputados candidatos nas sessões supera 25%

Oito deputados federais candidatos a prefeito apresentaram mais de 25% de ausências nas sessões plenárias da Câmara. A lista, divulgada hoje pelo site da organização não-governamental (ONG) Transparência Brasil, inclui Carlos Sampaio (PSDB-SP), de Campinas; Carlos Souza (PP-AM), de Manaus; Cezar Schirmer (PMDB-RS), de Santa Maria; Ilderlei Cordeiro (PPS-AC), de Cruzeiro do Sul; Manoel Salviano Sobrinho (PSDB-CE), de Juazeiro do Norte; Mauro Mariani (PMDB-SC), de Joinville; Sandro Matos (PR-RJ), de São João de Meriti; e Tonha Magalhães (PR-BA), em Candeias.

Agência Estado |

As assessorias dos candidatos alegaram que todas as faltas foram devidamente justificadas e ocorreram por motivos como problemas de saúde, compromissos de campanha e viagens de trabalho.

A lista completa da ONG possui 54 nomes, quase 10% do total de 513 deputados da Câmara. Alberto Silva (PMDB-PI) foi apontado como líder em ausências: de 295 sessões, ele compareceu a 60. Das 235 faltas, justificou 188. Silva é seguido pelos deputados Alessandro Sabino (PMDB-AP), Carlos Wilson (PT-PE), Custódio Mattos (PSDB-MG) e Mussa Demes (DEM-PI). De acordo com a assessoria de imprensa da ONG, a referência dos 25% foi escolhida pois costuma ser a média de ausência tolerada em cursos para que um aluno não seja reprovado.

Na média proporcional entre o número de parlamentares por Estado e quantos aparecem na lista da ONG, o Rio Grande do Norte fica em primeiro lugar. Da bancada de oito deputados federais, três foram listados. O Acre ocupa a segunda posição, seguido de Amazonas, Amapá e Piauí. Na última posição aparece a Bahia: de uma bancada de 39 deputados, dois aparecem na lista. São Paulo aparece na 11º posição, com sete parlamentares citados, em uma bancada de 70 deputados.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG