Falha atrasa a emissão de passaportes em todo o País

Atendimento é feito de forma manual nesta quarta-feira, o que implica em atrasos nos principais postos

iG São Paulo |

AE
Na terça-feira, diversas pessoas aguardavam em frente ao prédio da Polícia Federal, na Lapa
Pelo 3º dia consecutivo, o sistema da Polícia Federal (PF) apresenta problemas em todo o País, acarretando diversos transtornos para quem precisa tirar passaporte. A falha começou na última sexta-feira e ainda não há previsão de quando será corrigida.

De acordo com a PF, na segunda e terça-feira o sistema ficou totalmente inoperante e os turistas eram orientados a voltarem para a casa e ligarem no 0800-978-2336 para saber se o sistema havia voltado. A retirada de passaportes também foi suspensa e longas filas se formaram nos principais postos da Polícia Federal.

Nesta quarta-feira, a instabilidade no sistema ainda permanece, mas, segundo a PF, todas as unidades foram orientadas a não interromperem o atendimento ao público, fazendo a conferência e coleta dos dados dos requerentes de forma manual. Desta forma, porém, cada emissão dura cerca de 10 minutos a mais do que o normal e os atrasos são inevitáveis.

Os passaportes de emergência também estão sendo emitidos, independentemente do agendamento. Contudo, apenas para os seguintes casos específicos: catástrofes naturais; conflitos armados; necessidade de viagem imediata por motivo de saúde do requerente, do seu cônjuge ou parente até segundo grau; para a proteção do seu patrimônio; por necessidade do trabalho; por motivo de ajuda humanitária; interesse da Administração Pública ou outra situação emergencial cujo adiamento da viagem possa acarretar grave transtorno ao requerente. Nestes casos, mediante o pagamento de uma taxa maior, o passaporte é entregue em até 24h.

Quem não conseguiu tirar o passaporte no início da semana, não é obrigado a reagendar o horário. Conforme a PF, o passageiro pode ir diretamente a um posto de atendimento, porém, deve estar ciente de que encontrará filas e a espera pode ser bastante longa, já que haverá mais de uma pessoa marcada para o mesmo horário. O site da PF ainda não permite novos agendamentos.

Por meio de nota, a PF diz que "está trabalhando ininterruptamente para solucionar com a urgência necessária a instabilidade do sistema" e informa que "a falha surgiu durante a migração dos sistemas para novos equipamentos, que tem como objetivo a modernização de seu parque tecnológico".

A nota acrescenta ainda que os problemas já foram identificados e estão sendo corrigidos. "A Polícia Federal lamenta os transtornos gerados à população e está trabalhando incessantemente para minimizar os prejuízos sofridos pelos cidadãos".

    Leia tudo sobre: passaportespfatrasosfalha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG