A eficiência de dois remédios, Raltegravir e Vicriviroc, indicados para crianças com o vírus da aids, será estudada pelo Núcleo de Estudos sobre Infecção Materna, Perinatal e Infantil do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, com colaboração do Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos. A maioria das crianças responde ao tratamento inicial, mas há situações em que o HIV se torna resistente.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.