Princesas do Mar - Brasil - iG" /

Fábio Yabu finaliza 2ª temporada de Princesas do Mar

Acostumado a dominar o processo de criação de suas histórias, o escritor e desenhista Fábio Yabu não deixa de se espantar quando contabiliza os 300 que trabalham hoje na segunda temporada da série Princesas do Mar . É uma ideia brasileira, mas de tema universal, para ser levada a crianças de 47 países, graças a uma parceria da empresa de Yabu, a Flamma, com as produtoras Southern Star, da Austrália, e Neptuno, da Espanha.

Agência Estado |

“No começo, com os livros, foi um trabalho bem independente”, lembra.

Yabu conta que desde que criou o Mundo de Salácia - o universo marinho onde vivem as amigas Polvina, Ester e Tubarina -, em 2004, pensava em fazer desenho animado. “Tentei inscrever o projeto em vários editais, procurei canais de TV, mas naquela época era bem mais difícil fazer animação no País”, observa. O jeito foi partir para os livros. O primeiro, Princesas do Mar , foi lançado em 2004. Depois, vieram outros dois títulos. “Em 2005, meu sócio (Reynaldo Marchezini) levou o projeto para uma feira de televisão na França. Fez 30 apresentações e voltou com três propostas.

A primeira temporada de Princesas do Mar foi lançada no ano passado. No Brasil e América Latina, a série foi exibida pelo canal pago Discovery Kids, conhecido pelas produções de qualidade. Foram investidos US$ 7 milhões, mesmo valor que será gasto na nova temporada, que estreia na Austrália no primeiro semestre - são 52 episódios. “A estreia no Brasil ainda está sendo negociada”, informa Yabu, que ainda tenta levar a primeira temporada das princesas para a TV aberta. “Tentamos a Globo, mas não deu certo. Continuamos conversando com a Record e a TV Cultura.”

Enquanto isso, Yabu desdobra a marca em licenciamentos - palavra mágica que acompanha os desenhos animados bem-sucedidos. “O DVD da primeira temporada sai aqui ainda neste mês, e já está nas lojas da França, do México e da Argentina, onde ainda temos produtos para festas de aniversário. Aqui, preparamos também o lançamento de um álbum de figurinhas e uma linha de roupas”, enumera. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG