Fábio Barreto continua inconsciente mas dá sinais de recuperação

RIO DE JANEIRO ¿ O cineasta Fábio Barreto, internado no Rio de Janeiro desde o dia 20 de dezembro, continua inconsciente mas já dá sinais de recuperação. Segundo informações divulgadas nesta quarta-feira (13), ele já consegue respirar naturalmente, com ajuda parcial de aparelhos, e também apresenta momentos de abertura dos olhos.

iG Rio de Janeiro |

Barreto permanece na Unidade de Terapia Neurointensiva do Copa D'Or, ainda sem previsão de alta médica. Também não é possível assegurar, por enquanto, se haverá ou não sequelas. No final de dezembro, foi retirado o cateter que controlava a pressão intracraniana do cineasta Fábio Barreto.

De acordo com familiares, Barreto abriu os olhos em pelo menos duas ocasiões. Ele teria reagido à voz da mulher, a atriz Déborah Kalume. No entanto, os médicos avaliam que ele ainda está inconsciente.

Veja abaixo a íntegra do boletim médico divulgado na tarde desta quarta-feira (13):

"Rio de Janeiro, dia 13 de janeiro de 2010

Paciente Fábio Barreto: boletim médico nº 10

O paciente Fábio Barreto permanece na Unidade de Terapia Neurointensiva do hospital Copa D´Or, onde foi internado no dia 20 de dezembro de 2009, vítima de politraumatismos. Apresenta-se clinicamente estável e já consegue respirar naturalmente, com ajuda parcial de aparelhos. Continua inconsciente, mas apresenta momentos de abertura dos olhos. Ainda sem previsão de alta médica.

Paulo Niemeyer Filho, neurocirurgião
Antônio Carlos Moraes, diretor médico do hospital Copa D´Or
Fernando Pacheco, pneumologista".

O acidente

O acidente ocorreu por volta das 22h de 19 de dezembro, em Botafogo, zona sul do Rio, quando Barreto voltava do Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim (Galeão), na Ilha do Governador (zona norte). O cineasta tentou embarcar para o Piauí, onde encontraria sua mulher, que participava de um festival de cinema, mas não conseguiu.

Filho de Luís Carlos Barreto e irmão de Bruno Barreto, também cineastas, Fábio iniciou sua carreira em 1977 e, desde então, já dirigiu 13 filmes. Seu trabalho mais recente é o longa "Lula - O Filho do Brasil", baseado no livro de Denise Paraná, que estreou em 1 o de janeiro.

A produção causou críticas da oposição, que acusa a produção de ser uma peça de campanha para as eleições do ano que vem. Entre outros filmes dirigidos por Barreto está "O Quatrilho", indicado para o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 1995.

* Com Agência Estado

Leia mais sobre: Fábio Barreto

    Leia tudo sobre: fabio barreto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG