FAB intercepta monomotor irregular com 176 quilos de pasta base de cocaína

BRASÍLIA - A Força Aérea Brasileira (FAB) interceptou no final da tarde de quarta-feira um monomotor que sobrevoava o interior do Estado de Rondônia transportando 176 quilos de pasta base de cocaína. A aeronave era conduzida por dois bolivianos, que foram presos pela Polícia Federal somente nesta sexta-feira.

Carol Pires, repórter em Brasília |

O monomotor, de matrícula boliviana, foi identificado como tráfego irregular pela FAB e logo depois interceptado por dois caças. Apesar da ordem dada ao piloto para que pousasse em uma pista na cidade de Cacoal, a aeronave desobedeceu a ordem e baixou a altitude de 1.500 pés (500 metros) para 300 pés (100 metros).

A FAB precisou, então, dar um tiro de aviso, como manda o procedimento legal nestes casos. O piloto, porém, precipitou o pouso e aterrissou em uma estrada no distrito de Izidrolândia. Os dois bolivianos fugiram à pé em seguida.

Os dois foram capturados em uma operação conjunta entre Polícia Federal e Polícia Civil na madrugada nesta sexta-feira e presos na cidade de Pimenta Bueno, onde ficarão aguardando julgamento.

Lei do Abate

O tiro de alerta disparado pela FAB é amparado pela Lei do Abate, sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em outubro de 2004. Até hoje, entretanto, nenhuma aeronave suspeita precisou ser derrubada pela Defesa brasileira.


Leia mais sobre: FAB

    Leia tudo sobre: lei do abate

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG