O Comando da Aeronáutica informou na tarde deste domingo que as equipes de resgate localizaram às 11h34 (horário de Brasília) o corpo do suboficial Marcelo dos Santos Dias, o único que, entre as vítimas do acidente com o C-98, continuava desaparecido. De acordo com a Aeronáutica, o corpo foi encontrado a 2,5 mil metros em linha reta do local onde está submerso o avião.


O corpo de Dias deve ser levado nesta segunda-feira para o Rio de Janeiro, onde será sepultado . Dias tinha 42 anos e deixa mulher e três filhos. Segundo relato dos sobreviventes, foi ele quem abriu a porta do avião e ajudou os passageiros a sair.

No sábado, as equipes de resgate entraram na aeronave C-98 Caravan da FAB, que está submersa no igarapé Jacurapá, no Amazonas, e encontraram o corpo de João de Abreu Filho , funcionário da Fundação nacional de Saúde (Funasa), uma das duas pessoas que estava desaparecida.

Divulgação
Foto do momento em que militares avistam sobreviventes

Foto do momento em que militares avistam sobreviventes

De acordo com o Centro de Comunicação Social da Aeronáutica, a aeronave está dentro da água, a aproximadamente seis metros de profundidade, a seis metros da margem do rio e distante em torno de 370 metros do local onde foram resgatados nove sobreviventes nesta sexta-feira.

A aeronave C-98 da FAB estava desaparecida desde a manhã de quinta-feira, mas foi localizada por volta das 9h40 desta sexta-feira. O Comando da Aeronáutica informou que o avião C-98 Caravan realizou um pouso forçado na manhã da quinta-feira no Igarapé Jacurapá, na margem direita do Rio Ituí, afluente do Rio Javari, estado do Amazonas. Nove pessoas sobreviveram.

Os três tripulantes sobreviventes que estavam na aeronave são o primeiro-tenente Carlos Wagner Ottone Veiga, o segundo-tenente José Ananias da Silva Pereira, e o primeiro-sargento Edmar Simões Lourenço. As outras seis pessoas que passam bem são os funcionários da Funasa Diana Rodrigues Soares, Josiléia Vanessa de Almeida, Marcelo Nápoles de Melo, Maria das Dores Silva Carvalho, Maria das Graças Rodrigues Nobre e Marina de Almeida Lima.

Modelo C-98 Caravan

O modelo C-98 Caravan foi desenvolvido no início dos anos 80 nos Estados Unidos para transporte de pequenas cargas e passageiros em curtas distâncias. No Brasil, é utilizado desde 1987 em tarefas de apoio, utilitárias e de evacuação aeromédica. Também é usado pelo Correio Aéreo Nacional e em ações cívico-sociais do Exército.

Leia mais sobre C98-Caravan

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.