A aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) desaparecida na manhã de ontem na Região Norte emitiu sinal de emergência 58 minutos depois da decolagem em Cruzeiro do Sul, no Acre. O avião seguia para o município amazonense de Tabatinga com 11 pessoas a bordo - quatro tripulantes e sete passageiros - e apoiava missão de vacinação do Ministério da Saúde.

De acordo com comunicado da FAB, com base nas informações do sinal de emergência e dos últimos contatos radar e rádio com o controle de tráfego aéreo, foi possível estabelecer uma área para início das buscas. Sete aeronaves da Aeronáutica e uma do Exército foram empenhadas na procura. A tentativa de encontrar o avião, afirmou a FAB, prosseguia durante a noite com o emprego de uma aeronave de reconhecimento R-99, dotada de sensor para varredura térmica.

Ainda segundo o comunicado, será montada uma base das operações em Cruzeiro do Sul, e 36 militares, entre médicos, enfermeiros e especialistas em resgate, foram deslocados para a região - mais de cem militares já participam da operação. A FAB afirmou também que as famílias estão recebendo assistência e informações sobre o trabalho de busca.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.