Fã é acusada de perseguir ator americano John Cusack

Emily Leatherman, de 33 anos, descoberta rondando a casa do ator americano John Cusack, de 41, em Malibu (Califórnia, oeste dos EUA), foi formalmente acusada de assédio, de acordo com documentos da Justiça divulgados nesta quarta-feira.

AFP |

A fã perseguiu Cusack entre fevereiro de 2007 e março de 2008, apontou o documento, que detalha as acusações que pesam contra Emily.

A mulher, que permanece detida e teve a fiança estabelecida em 500.000 dólares, também foi acusada de dois delitos menores: desobedecer a uma ordem de restrição emitida anteriormente e roubo, por não pagar uma corrida de táxi.

Esperava-se o comparecimento de Emily na Justiça, hoje à tarde (hora local).

Emily Leatherman foi presa no domingo à noite, nas proximidades da casa do ator, protagonista de vários filmes, entre eles "Alta infidelidade", "Os queridinhos da América" e "Quero ser John Malkovich", anunciou o porta-voz do xerife de Los Angeles, Steve Whitmore.

Desta vez, a detenção de Emily foi por reincidência, já que, em julho de 2006, um juiz já havia ordenado que mantivesse uma distância de pelo menos 150 metros do astro. Se a Justiça considerar que ela violou a determinação, a fã pode ser condenada a uma pena a ser cumprida atrás das grades.

pb/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG