Ex-presidente da CEF fará parte da equipe de Marinho

O anúncio de nomes que já ocuparam postos nos governos federal e estadual para compor o secretariado de São Bernardo do Campo, a partir de janeiro, reforçou ontem as suspeitas de que o prefeito eleito, o ex-ministro do Trabalho e da Previdência Luiz Marinho (PT), prepara vôos mais altos para 2010, como a disputa pelo Palácio dos Bandeirantes. O projeto político ficou mais delineado com o anúncio de nomes como o do ex-presidente da Caixa Econômica Federal Jorge Mattoso para a pasta de Finanças.

Agência Estado |

Mattoso deixou a Caixa acusado - assim como o então ministro da Fazenda, Antonio Palocci - de envolvimento na quebra de sigilo do caseiro Francenildo dos Santos Costa, em 2006. O ouvidor da Polícia Militar no governo Mário Covas (PSDB), Benedito Mariano, cuidará da Segurança Urbana em São Bernardo do Campo. Ao todo, o prefeito eleito anunciou os titulares de 16 pastas.

Além de Mattoso e Mariano, compõem a equipe de Marinho o ator e diretor teatral Celso Frateschi, ex-secretário de Marta Suplicy (PT) em São Paulo e presidente da Funarte, na pasta de Cultura; Nadia Somekh (Planejamento Urbano), ex-presidente da Empresa Municipal de Urbanização de São Paulo (Emurb); e Valter Correia da Silva (Administração), presidente da Empresa Gestora de Ativos (Emgea), vinculada ao Ministério da Fazenda. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG