A Secretaria do Meio Ambiente de Mato Grosso (Sema) e a Polícia Civil notificaram uma fazenda com 8.170 hectares de área desmatada na cidade de Comodoro (MT).

A multa aplicada foi de R$ 8,17 milhões, que corresponde a R$ 1 mil por hectare de área desmatada. Segundo nota da Sema-MT, a fazenda autuada é a Rio Vermelho e o proprietário é Carlos Alberto Capeletti, ex-prefeito da cidade de Tapurah (a 433 quilômetros da capital).

Além da multa e da autuação, foram apreendidas quatro tratores de esteiras e a propriedade está embargada. Na fazenda foi encontrado o gerente, Salésio Everling, que disse estar cumprindo ordens.

O gerente da propriedade foi encaminhado para a delegacia da cidade de Comodoro para prestar depoimento. A Unidade Regional da Sema de Cáceres e a Polícia Civil de Comodoro participaram da operação. O analista de meio ambiente que trabalhou nesta ação, Odair Rafael Bruno, disse que a operação foi motivada por uma denúncia.

Toda a documentação será encaminhada ao Ministério Público e também ao jurídico da Sema. O proprietário vai responder a processo criminal e administrativo por crime contra o meio ambiente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.