Ex-prefeito de Vinhedo-SP é preso acusado de corrupção

O ex-prefeito de Vinhedo, no interior de São Paulo, Milton Serafim, e dois ex-secretários foram presos hoje por policiais do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra). A prisão de Serafim e dos ex-secretários ocorreu no Condomínio Jardim Paulista, na cidade, por decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) a favor de recurso do Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP) em processo criminal.

Agência Estado |

O ex-prefeito de Vinhedo e os ex-secretários de Administração Alexandre Tasca e de Obras Marcos Leite são acusados de receber propina para aprovar loteamentos no município. Contra Serafim, Tasca e Leite, tramitam dois processos na Justiça: um civil e um criminal. No criminal, eles são suspeitos de formação de quadrilha e concussão (obter vantagem pessoal ao usar o cargo público).

Já o civil prevê, além da perda dos direitos políticos, uma multa de R$ 5,5 milhões. Serafim, Tasca e Leite também terão de devolver os lotes que compraram na gestão na qual trabalharam (1996-2004). A pena para os crimes pode chegar a 80 anos. O advogado do ex-prefeito e dos ex-secretários de Administração e de Obras de Vinhedo, Ralph Tórtima Stettinger, informou que recorrerá da resolução.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG