O ex-prefeito de Araguatins (TO) José Guilherme Frasão Pereira foi condenado pela Justiça Federal por desvio de recursos da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) em 1996, segundo o Ministério Público Federal (MPF), em convênio que repassou ao município R$ 234.139,00.

Esta é a segunda condenação de Frasão. Em 2007, ele foi condenado por outros desvios de convênios para educação e atendimento a desnutridos e gestantes de risco nutricional.

O dinheiro seria usado para executar a implantação de projetos do Programa de Apoio à Produção Agrícola em Comunidades Amazônicas (Pagri), nas comunidades de Natal, Transaraguaia e Santa Luzia. Frasão foi condenado ao ressarcimento integral do dano devidamente corrigido - que será destinado ao município de Araguatins -, à perda da função pública que possa estar ocupando, à suspensão dos direitos políticos por oito anos e à proibição de contratar com o poder público por cinco anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.