SÃO PAULO - Durante um mês, um hotel quase centenário no centro de São Paulo vai servir de casa para dez jovens artistas brasileiros e internacionais. Lá, eles não só vão expor suas obras, mas também produzí-las. A iniciativa, chamada Red Bull House of Art, é dividida em duas etapas. A primeira, em cartaz a partir desta quarta (11), consiste na exibição de obras já feitas. Na segunda, em dezembro, será exposto o material produzido durante a residência no hotel.

Tudo acontece no antigo Hotel Central, construído em 1918, projeto por Ramos de Azevedo e localizado em plena Avenida São João, a poucos metros do Vale do Anhangabaú. No térreo e no primeiro andar, estão as obras dos dez artistas de sete nacionalidades diferentes. No segundo andar, ficam os ateliês. A entrada é gratuita.

Augusto Gomes
Obras expostas no térreo do Hotel Central

Os artistas são os seguintes: Cláudio Bueno, Alessandra Cestac, Rodrigo Garcia Dutra e Regina Parra, do Brasil; e mais Zander Bloom (África do Sul), Hiraku Suzuki (Japão), El Bocho (Alemanha), Gabriela Golder (Argentina), Rui Gato (Portugal) e Grant Davis (Estados Unidos).

Nesse período de um mês em São Paulo, os dez visitarão locais escolhidos pelos curadores Lucas Bambozzi e Maria Montero. Também terão encontros com outros artistas, para discutir suas experiências pessoais, e com curadores, críticos ou pesquisadores, para falar sobre arte.

Entre as obras já expostas, a variedade de suportes é grande. Há desde as instalações em vídeo de Rodrigo Garcia Dutra até as fotos de Alessandra Cestac. O próprio prédio também é uma atração à parte: desativado desde 2005 mas ainda bem conservado, o Hotel Central é um belo exemplar do conjunto arquitetônico do Anhangabaú projetado por Ramos de Azevedo.

Augusto Gomes
O artista sul-africano Zander Bloom em seu ateliê

Serviço

Red Bull House of Art
Avenida São João, 288, Anhangabaú
De 11 a 22 de novembro (primeira exposição)
De 05 a 13 de dezembro (segunda exposição)
De terça a sexta, das 12h às 18h
Sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h
Entrada franca

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.