Exposição em SP reúne 80 gravuras de Fayga Ostrower

Fayga Ostrower (1920-2001) tornou-se, no Brasil, um dos nomes mais importantes da gravura. A exposição que a Caixa Cultural inaugura hoje para convidados e amanhã para o público, em São Paulo, com 80 obras da artista, é, agora, uma necessária oportunidade de se ver com abrangência a produção dessa criadora.

Agência Estado |

Nessa reverência cuidadosa, já que a exposição tem curadoria de outra importante artista, Anna Bella Geiger, a mostra tem o fio condutor de apresentar amplamente, como diz o título da exposição, 'Os Caminhos de Fayga Ostrower', começando por xilogravuras da década de 1940 até serigrafias de 2001.

Sendo assim, o percurso vai das primeiras referências calcadas na raiz expressionista até se chegar à liberdade do abstracionismo, uma forte marca na trajetória de Fayga. "Se eu tivesse de resumir em apenas uma palavra o que Fayga significou como artista, teórica, educadora e mulher, o termo seria coragem, substantivo que, além de querer dizer 'bravura em face do perigo', é uma mistura de resolução e ousadia", define Anna Bella.

Esta é a primeira mostra que se realiza de obras de Fayga Ostrower desde sua morte, aos 80 anos. A filha da artista, Noni Ostrower, criadora do Instituto Fayga Ostrower, convidou Anna Bella para fazer a curadoria dessa exposição, que reúne xilogravuras, litografias, serigrafias, gravuras em metal, desenhos e aquarelas - muitas delas, pela primeira vez apresentadas ao público - e que já foi apresentada em 2006 no Rio de Janeiro, passando, em 2008, por Brasília até chegar agora a São Paulo.

Fayga Ostrower nasceu em Lodz, na Polônia, mas viveu na Alemanha, entre 1921 e 1934. Neste ano, mudou-se para o Rio com sua família, fugindo do nazismo. No Brasil, casou-se com Heinz Ostrower e, a partir de 1939, deu início a seus caminhos artísticos, matriculando-se na Sociedade Brasileira de Belas Artes. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fayga Ostrower . Caixa Cultural. Praça da Sé, 111, na região central de São Paulo. Tel. (011) 3321-4400. 3.ª a dom., 9 h às 21 h. Grátis. Até 2/11. Abertura hoje, 19h30, para convidados.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG