Explosão de pedreira fere 2 e atinge 28 imóveis em SP

SÃO PAULO - Duas pessoas ficaram feridas e 28 imóveis, localizados a até dois quilômetros de distância, foram atingidos por pedras que voaram após uma explosão na Pedreira Nova Fortaleza nesta quarta-feira, em Pederneiras, a 25 quilômetros de Bauru, no interior paulista. O trabalhador Luiz Francisco Arena sofreu ferimentos na cabeça e no ombro e levou 11 pontos cirúrgicos.

Agência Estado |

Geralda Goreti, que aguardava uma audiência na Vara do Trabalho, foi atingida no braço.

Além do prédio da Justiça do Trabalho e de um posto de combustível, as pedras - algumas pesando aproximadamente dez quilos - atingiram casas e provocaram pânico entre os moradores. A cozinha da casa de Aparecida Arena, mãe de Luiz Francisco, foi inteiramente destruída. Parte do telhado veio abaixo.

O gerente da pedreira, Jose Bertolini, disse que a empresa funciona no local há 30 anos e tem todas as autorizações legais para realizar explosões no local, de onde retira britas para a construção civil. A extração ocorre a cada dois dias e, até agora, não havia provocado acidentes. Técnicos da própria empresa e do fornecedor de dinamite estudam o ocorrido, ao mesmo tempo em que aguardam o laudo da Polícia Científica.

A empresa comunicou aos atingidos que indenizará todos os danos e despesas decorrentes do acidente. O delegado José Caludinei Salvadeo também afirmou que aguarda os laudos, que deverão ficar prontos em 30 dias, para definir os procedimentos policiais. Se o levantamento apontar para o uso irregular do explosivo, os responsáveis serão indiciados por crime de explosão.

Leia mais sobre: explosão

    Leia tudo sobre: explosão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG