Expectativa de vida dos brasileiros alcança 73 anos, informa OMS

GENEBRA - A expectativa de vida dos brasileiros está no grupo das mais altas do mundo, com uma média de 73 anos, segundo os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

EFE |

O Relatório Estatístico sobre a Saúde no Mundo da organização, que foi apresentado nesta quinta-feira em Genebra e que conta com dados de 2007, ressalta que a expectativa de vida das pessoas das Américas do Norte e do Sul é de 76 anos.

Dividido por sexos, as mulheres do continente americano vivem 78 anos e os homens, 73.

Atrás deles estão os europeus e os habitantes do Pacífico Ocidental, com uma média de 74 anos, enquanto a média no Sudeste Asiático é de 65 anos; de 64 no Mediterrâneo Oriental; e de 52 na África.

Por países, a nação latino-americana com uma expectativa de vida mais alta é Costa Rica, que alcança os 79 anos, e a mais baixa é da Guiana, com 60.

A América Latina também fez vários progressos no âmbito da mortalidade infantil. "A América Latina tem uma média de 19 mortes de crianças com menos de 5 anos por cada mil nascidos vivos, é um grande progresso. Claro que há países que ainda estão muito atrás, mas acho que a região em seu conjunto vai no caminho certo", assegurou Carla Abouzahr, coordenadora do departamento de Estatísticas da OMS.

Cuba, com uma média de seis mortes por cada mil nascidos, é o país com melhores resultados, seguido de Chile, com nove; e Costa Rica, com 11.

Os piores indicadores são registrados por Guatemala, 57; Bolívia, 57; Guiana, 60; e Haiti, 76.

O continente com menor mortalidade infantil é a Europa, com 15 a cada mil; seguido da América, com 19; a zona do Pacífico Oriental, com 22; Sudeste Asiático, com 65; Mediterrâneo Oriental, com 82; e África, com 145.

Leia mais sobre: Brasil - expectativa de vida

    Leia tudo sobre: expectativa de vida

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG