Segundo a polícia, cinegrafista estaria inconformado com o término de relacionamento de 4 anos

O cinegrafista Dirceu Quadros, de 30 anos, foi preso em flagrante na tarde de segunda-feira por suspeita de ter estrangulado e matado a ex-namorada, a psicóloga Kassiane Maia, de 29 anos, na cidade de Divinópolis, a cerca de 124 km de Belo Horizonte (MG). Segundo informações da Polícia Civil, os dois namoraram por três anos e há cerca de um optaram por morar juntos. No entanto, há dois meses, Kessiane rompeu o relacionamento, mas o cinegrafista mostrou-se inconformado com o término.

As imagens das câmeras de segurança do edifício onde a vítima possuía consultório, localizado no centro do município, mostram Quadros subindo o elevador e depois esperando pela ex. Conforme a polícia, ele entrou no local escondido e aguardou a chegada de Kessiane do almoço, quando então os dois começaram a discutir.

Ele teria a estrangulado e levado para dentro da sala, onde desferiu-lhe golpes de faca. Pelas imagens, conforme a polícia, é possível ver também o cinegrafista deixando o local apressado. A polícia foi acionada e conseguiu prender o suspeito a quatro quadras do local. Ele deve responder por homicídio qualificado, por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa da vítima.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.