Debbie Rowe, ex-mulher e mãe dos dois filhos mais velhos de Michael Jackson, decidiu nesta quinta-feira processar uma de suas amigas, Rebecca White, por ter afirmado à imprensa que ela não pediria a guarda.

Rowe recorreu à Suprema Corte de Los Angeles para processar White por difamação e violação da vida privada.

Em entrevistas concedidas a vários meios de comunicação, Rebecca White divulgou mensagens eletrônicas supostamente trocadas com Debbie Rowe nas quais a ex-mulher de Jackson afirma: "Não vou pedir a guarda. Essas crianças não são minhas. Nunca foram. Sempre foram os filhos de Michael".

Rowe contesta a autenticidade destas mensagens e afirma que White as fabricou deliberadamente pára prejudicá-la.

Os representantes de White não foram encontrados para comentar a acusação.

Casada com o Rei do Pop de 1996 a 1999, Debbie Rowe é a mãe dos dois filhos mais velhos do cantor, Prince Michael, 12 anos, e Paris, 11.

A Suprema Corte de Los Angeles deve tomar segunda-feira uma decisão sobre a guarda das duas crianças e a de seu irmão, Prince Michael II, 7 anos, nascido de uma mãe de aluguel cuja identidade nunca foi revelada.

Após a morte repentina de Michael Jackson, em 25 de junho, a Suprema Corte de Los Angeles concedeu a guarda provisória das três crianças a Katherine Jackson, a mãe do ídolo, que quer obter a guarda definitiva.

Debbie Rowe ainda não entrou na justiça para pedir oficialmente a guarda dos filhos.

Em seu testamento, Jackson estipulou que seus filhos deveriam ficar com a mãe dele, ou seja, a avó.

rr/yw/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.