Exército participa de simulação de eleição em Alagoas

Cerca 700 homens do Exercito do Brasil participaram hoje de uma eleição simulada na cidade de Atalaia, a 48 quilômetros de Maceió. A simulação faz parte da Operação Mundaú e tem como objetivo treinar as tropas que farão a segurança do pleito, no dia 5 de outubro, em Alagoas.

Agência Estado |

"Diversos órgãos estão envolvidos nessa simulação, que segue todos os passos de uma eleição normal. Há mesários, que são estudantes universitários, e a população da cidade pode participar do pleito, escolhendo entre Castro Alves e Tiradentes para comandar a prefeitura do município", informou o comandante do 59º Batalhão, coronel Anísio Davi de Oliveira.

O comandante-geral da Operação Mundaú, general Fernando Vasconcellos Pereira, da 10ª Brigada de Infantaria Motorizada, com sede em Recife (PE), disse o treinamento é de fundamental importância para o trabalho das tropas no dia das eleições. "Estamos preparando as tropas para ajudar o Brasil a votar", destacou o general.

Durante a eleição simulada, foram oferecidos diversos serviços, como emissão de documentos, assessoria jurídica, atendimento médico e odontológico à população de Atalaia. Além do Exército, a operação conta com a parceria de órgãos e instituições como o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), Advocacia Geral da União (AGU), seccional alagoana da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AL), Ministério Público Federal (MPF), Associação dos Magistrados Alagoanos (Almagis), Secretaria de Defesa Social e polícias Federal, Militar, Rodoviária, Civil e o Ministério Público Estadual.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG